© 2018 por Gespro  |  Termos de uso e Política de Privacidade  |  Rio de Janeiro - RJ  |  CNPJ: 33.519.510/0001-29

  • Whatsapp
  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Gespro
  • YouTube ícone social

A profissão de gerente de projetos e a sua importância na estratégia das organizações

Uma das questões mais importante no dia-a-dia do trabalhador e que muitos não dão a atenção devida é, por que ele executa seu trabalho?

 

Algumas das respostas óbvias seriam: “não posso perder o emprego” ou “meu chefe mandou”. Se alguém respondesse “gosto do que faço“ já seria de grande valia, pois isso é um dos fatores que influenciam no sucesso do trabalho.

 

Porém, dificilmente teríamos a resposta ”para obter resultados para a empresa”, o que seria o melhor dos mundos. Porém, é de extrema importância atentar para a estratégia empresarial e refletir como seu trabalho impacta nos resultados da organização?

 

Entretanto, por que se deve trabalhar para os resultados da organização? Ora, se você não é parte da solução, é parte do problema. Há, por outro lado, uma grande competição no mercado de trabalho, o que leva o profissional a uma luta constante pra manter a sua empregabilidade.

 

Devido à rotina, a necessidade de trabalhar e outras questões cotidianas, geralmente poucos visualizam o trabalho como um meio de obter conhecimento e alcançar o sucesso, permitindo um crescimento na carreira do profissional.

 

A intenção desses questionamentos é para que se reflita sobre os benefícios do gerenciamento de projetos para promover aumento no desempenho da organização diante da estratégia estabelecida, e a importância do profissional para o alcance dos resultados.

 

De onde partimos?

 

Gerenciar projetos é antes de mais nada... Gerenciar! É a arte (emoção) e a ciência (razão) de mobilizar esforços e recursos variados para o alcance de resultados.

 

E o que é um projeto?

 

É um empreendimento únicotemporário (com início e fim), executado por pessoas, para a obtenção de um resultado específico (ou produto ou serviço), visando cumprir requisitos como prazo, custo e qualidade.

 

 

Opera House Sydney - Austrália

 

É um projeto de sucesso? As variáveis para se considerar um projeto como sucesso ou fracasso são muitas. Se levarmos em conta somente os números do projeto, foi um verdadeiro desastre em termos de gerenciamento. Veja:

 

Custo estimado - US$ 7 milhões / custo final - US$ 102 milhões

 

Prazo de conclusão - 5 anos / conclusão - 15 anos

 

Porém, para se avaliar o sucesso de um projeto, deve-se considerar se os objetivos foram alcançados e os benefícios gerados pelo mesmo. Hoje, o opera house é um dos monumentos mais famosos no mundo e um orgulho para os australianos.

 

E o que é, então, gerenciamento de projetos?

 

É a aplicação de conhecimentosferramentas técnicas de gestão que contribuam para o alcance dos objetivos do projeto de acordo com os seus requisitos, contando com a experiênciahabilidadescompetências e a intuição do tomador de decisões para saber o momento certo de usá-los.

 

É possível construir uma casa sem projeto e sem gestão?

 

Se você respondeu sim, você está certo! A experiência e a intuição são úteis, porém são insuficientes. Como resultados indesejáveis, podemos ter: atrasos no cronogramaorçamentos não cumpridos, qualidade ruim.

 

Em gerenciamento de projetos, o correto é se utilizar padrõesmetodologias melhores práticas de gestão, afim de se reduzir as incertezas e os riscos, controlar mudanças e gerenciar recursos.

 

E qual perfil um gerente de projetos deve ter?

 

Não há um perfil exato para esse tipo de profissional, pois as melhores características serão aquelas que se adequarem à realidade da empresa e do projeto. Porém, existem algumas mais comumente citadas. São elas:

 

 

 

 

 

Há um consenso no mercado sobre a importância da comunicação para o gerente de projetos. Considera-se que esse profissional gaste cerca de 90% do seu tempo interagindo e se comunicando com todas as partes interessadas do projeto.

 

As habilidades requeridas dos gerentes de projetos se dividem em humanas (pessoais), técnicas (conhecimentos de GP e da área de atuação) e contextuais (aplicação adequada das habilidades), sendo essa última a de maior importância na escolha do gerente de projeto.

 

Essas características se tornam importantes para uma melhor tomada de decisões em ambientes complexos, perante uma perspectiva sistêmica da gestão. Um projeto é um quebra-cabeças que precisa ser montado a partir do entendimento das relações sistêmicas existentes entre suas diferentes áreas e interesses.

 

Planejamento é ter um norte!

 

Planejamento significa a construção de um cenário futuro a ser alcançado a partir de ações previamente programadas iniciadas no presente, para transformar as potencialidades e possibilidades em realidade, a fim de reduzir as incertezas futuras e viabilizar o alcance dos resultados do projeto.

 

É importante se destacar o planejamento, pois a cultura do “fazejamento” é uma característica inerente ao profissional brasileiro. Muitos projetos são iniciados com pouquíssimo planejamento ou nenhum, pois se considera que é uma perda de tempo, acarretando grandes fracassos. Cerca de 80% do trabalho que um gerente de projetos realiza é relativo a processos de planejamento.

 

Conexão entre projetos e estratégia

 

Do sucesso dos projetos e do alcance de seus objetivos individuais depende o sucesso das estratégias e, em decorrência, o sucesso da organização.

 

estratégia é o modo pelo qual uma organização procura alcançar sua visão, que é o ponto que se pretende alcançar no futuro. É crucial de realizar um planejamento estratégico na organização, pois se não se sabe para onde vai, qualquer caminho serve, não fazendo sentido se realizar projetos.

 

A estratégia no ambiente de negócios tem o objetivo de gerar resultados de curto prazo, servindo de trampolim para resultados de médio e longo prazo. Permite-se, assim, a sustentabilidade de resultados por meio da execução de projetos.

 

Os projetos fecham o gap da estratégia, fornecendo um meio de atender as demandas existentes, que podem surgir da alta administração, de recursos disponíveis, de iniciativas das áreas ou necessidade dos clientes. A estratégia trata de escolher o melhor caminho, por meio de critérios de seleção para se realizar ou não um projeto, para atender seus objetivos.

 

Os projetos são realizados “à parte” do ambiente funcional, em maior ou menor grau, de acordo com o tipo de organização em que ocorrem, fornecendo um aumento da capacidade produtiva, criação de um novo produto ou entregando um  evento realizado.

 

Por que o gerenciamento de projetos?

 

Há um aumento de empresas que cada vez mais orientam suas atividades por projetos e uma maior conscientização sobre a necessidade de se utilizar padrões ou metodologias para gerenciá-los. Com isso, há um número crescente de profissionais que se interessam pela área, buscando certificações ou pós-graduações.

 

Embora o Guia PMBoK® (Project Management Body of Knowledge) e certificação PMP® (Project Management Professional) sejam o carro-chefe do gerenciamento de projetos no país, devido ao tempo que desembarcaram por aqui, há de se atentar para outras abordagens que estão crescendo rapidamente no mercado.

 

O Guia PMBoK® indica “o quê” fazer, não “como” fazer, precisando, portanto, de uma metodologia (já existente ou criada). O Prince2® (PRojects In Controlled Environments) é uma metodologia do OGC® (Office of Government Commerce) que fornece o passo a passo para gerenciar projetos.

 

Essa metodologia se baseia no manual “Gerenciando Projetos de Sucesso com Prince2®”, recém-lançado em português, sendo um método não-proprietário e com foco no negócio (tem como base o Businees Case (Caso de Negócio), documento que é pouco citado pelo Guia PMBoK®).

 

Ipma (International Project Management Association) utiliza o referencial NCB (National Competence Baseline) e tem como foco as competências necessárias para aplicar os conhecimentos e o desenvolvimento profissional. Abaixo, o Olho da Competência do IPMA:

 

 

É importante, potanto, que o profissional esteja sempre atento ao seu desenvolvimentoinvestindo no seu conhecimento e trabalhando em prol do alcance de resultados, e promovendo o seu próprio sucesso e o da organização.

 

Link oficial do evento: https://sites.google.com/site/aulainauguralgnmar2012/

 

“Quanto mais aumenta nosso conhecimento, mais evidente fica nossa ignorância.”

 

John f. Kennedy

 

Facebook
Twitter
LinkedIn
Please reload

Posts Recentes
Please reload