© 2018 por Gespro  |  Termos de uso e Política de Privacidade  |  Rio de Janeiro - RJ  |  CNPJ: 33.519.510/0001-29

  • Whatsapp
  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Gespro
  • YouTube ícone social

Líderes de mídia: valores dos novos líderes mundiais

Atualmente, temos um cenário onde figuram indivíduos tidos pela mídia mundial como os detentores de perfis de liderança diversos, capazes de inspirar e orientar o comportamento de seguidores das mais diversas camadas da população. Estes, porém, representam de fato papéis de liderança à sociedade?

 

Muitos desses proclamados líderes carregam um conteúdo de competências tais (essencialmente técnicos na sua área de atuação) que alavancam sua trajetória do total anonimato para uma meteórica fama. Esse sucesso acaba sendo item suficiente para os tornarem idolatrados mundo afora. 

 

 

Ocorre uma confusão entre o que é um famoso indivíduo que faz sucesso em sua carreira (seja política, de negócios ou religiosa) e um líder efetivo, composto de elementos ideológicos, passionais, motivacionais e de valores sociais já em processo de extinção na vida cotidiana (como respeito pela coletividade, fraternidade e ajuda ao próximo).

 

Na sociedade atual, cada vez mais individualista, o homem de negócios ou governante mais bem sucedido do momento tem passaporte certo para entrar na lista dos maiores líderes, independente de sua conduta ética e dos caminhos tortuosos que traçou para chegar a esse patamar.

Dessa forma, não se trata tão somente de uma carência de grandes líderes, como Dalai Lama ou Martin Luther King, cada vez menos  lembrados como figuras inspiradoras e de conteúdo ideológico virtuoso.

 

O que está em andamento, portanto, é uma consequente inversão de valores tidos como importantes pela humanidade, onde o sucesso, poder e a influência são os novos balizadores de liderança. E os novos líderes são o mais fiel retrato dessa realidade.

 

 

Facebook
Twitter
LinkedIn
Please reload

Posts Recentes
Please reload