© 2018 por Gespro  |  Termos de uso e Política de Privacidade  |  Rio de Janeiro - RJ  |  CNPJ: 33.519.510/0001-29

  • Whatsapp
  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Gespro
  • YouTube ícone social

Como criar o seu “memory (brain) dump” para o exame PMP

Uma das técnicas mais efetivas e faladas para garantir um bom desempenho na prova de certificação PMP é o chamado “memory (brain) dump” ou despejo de memória, em português. E acredite, isso pode te salvar do temido “branco” e ajudar muito!

 

Essa técnica consiste em aproveitar os 15 minutos iniciais usados para o tutorial da prova, para despejar (escrever) todo o conteúdo que se lembrar no papel de rascunho que lhe será fornecido, aproveitando enquanto o cansaço não começa a minar sua memória.

 

 

Na verdade, o dia do exame PMP vai te mostrar que "você não sabe o que você não sabe". Como o exame é realizado sem qualquer consulta, o material de referência que é permitido levar para a instalação de testes tem de estar contido no seu cérebro.

 

Mas, durante o exame, seu cérebro vai estar muito ocupado em interpretar as questões do exame e tentar aplicar todos os conhecimentos, habilidades e princípios que você acumulou em seus estudos e experiência de trabalho.

 

Se preocupe, então, em anotar abreviações e apenas conceitos fundamentais, teorias, fórmulas e conteúdos, para refrescar sua memória. Tendo toda essa informação em seu “dump”, sua mente pode se concentrar na questão atual em vez de tentar lembrar a fórmula necessária para responder à pergunta.

 

Tabela 3-1 do Guia PMBOK ® 4 ª Edição (Página 43)

 

Essencial para se lembrar de todos os processos e os grupos aos quais pertencem, e a ordem do fluxo dos processos. Algumas observações interessantes que podem ajudar você a lembrar o gráfico dos processos melhor:

  • Só Integração tem processos em todos grupos.

  • Os grupos de Iniciação e Encerramento tem apenas 2 processos cada.

  • Comunicação e Aquisições têm processos em 4 grupos: Comunicação (Nenhum processo no Encerramento); Aquisições (Nenhum processo na Iniciação).

  • Escopo, Tempo, Custo e Risco tem processos apenas em Planejamento e Monitoramento & Controle.

  • Monitoramento & Controle tem apenas um processo em cada área de conhecimento, exceto Integração e Escopo.

Faça uma tabela com 6 colunas e 10 linhas, colocando na primeira linha os grupos de processos (Iniciação, Planejamento, Execução, Monitoramento & Controle e Encerramento), começando na segunda coluna.

 

Depois, coloque o nome das áreas de conhecimento na primeira coluna, começando na segunda linha (Integração, Escopo, Tempo, Custo, Qualidade, Recursos Humanos, Comunicações, Riscos e Aquisições), nessa ordem.

 

Comece rasurando ou deixando em branco as células onde não há processos, seguindo as dicas acima, onde tem menos processos (Iniciação e Encerramento). Depois, passe para a Execução, rasurando as células referentes a Escopo, Tempo, Custos e Riscos, pois Planejamento tem processos em todas as áreas.

 

No grupo Monitoramento & Controle, somente a área de Recursos Humanos não tem processo, o qual também deverá ser rasurado. Pronto! Agora é só seguir as dicas para preencher a tabela, conforme mostrado abaixo:

 

 

 

 

Fórmulas

 

Algumas fórmulas de valor agregado, PERT, canais de comunicação, entres outras, são cobradas no exame e preciso que se lembre delas.

 

Valor Agregado (principais):

  • VC (Variação de custo) = VA – CR

  • VPr (Variação de prazo) = VA – VP

  • IDC (Índ. Des. Custo) = VA / CR

  • IDP (Índ. Des. Prazo) = VA / VP

  • ENT (Estimativa no Término) = ONT / IDC

  • ENT (Estimativa no Término) = CR + EPT bottom-up

  • ENT (Estimativa no Término) = CR + ONT - VA

  • ENT (Estimativa no Término) = CR + ((ONT - VA) / (IDC * IDP))

  • VNT (Variação no Término) = ONT - ENT

Valores de 1, 2, 3 e 6 Sigma ou Desvio-padrão:

  • 1 Sigma = 68,26%

  • 2 Sigma = 95,46%

  • 3 Sigma = 99,73%

  • 6 Sigma = 99,9999998%

Outras fórmulas

  • VME (Valor Monetário Esperado) = Probabilidade x Impacto

  • PERT (Estimativa de Três pontos) = (VO + (4xMP) + VP) / 6

  • Desvio-padrão = (VP - VO) / 6

  • Canais de comunicação = (N * (N - 1)) / 2

Acrônimos

 

CC Conta de controle / Control Account (CA)

CCM Comitê de controle de mudanças / Change Control Board (CCB)

CDQ Custo da qualidade / Cost of Quality (COQ)

CMPC Custo mais percentual do custo / Cost-Plus-Percentage of Cost (CPPC)

CMR Custo mais remuneração / Cost-Plus-Fee (CPF)

CMRF Custo mais remuneração fixa / Cost-Plus-Fixed-Fee (CPFF)

CMRI Custo mais remuneração de incentivo / Cost-Plus-Incentive-Fee (CPIF)

CPM Método do caminho crítico / Critical Path Method (CPM)

CQ Controle da qualidade / Quality Control (QC)

CR Custo real / Actual Cost (AC)

DT Declaração do trabalho / Statement of Work (SOW)

ENT Estimativa no término / Estimate at Completion (EAC)

EPT Estimativa para terminar / Estimate to Complete (ETC)

FL Folga livre / Free Float (FF)

FT Folga total / Total Float (TF)

GQ Garantia da qualidade / Quality Assurance (QA)

GVA Gerenciamento de valor agregado / Earned Value Management (EVM)

IDC Índice de desempenho de custos / Cost Performance Index (CPI)

IDP Índice de desempenho de prazos / Schedule Performance Index (SPI)

MDP Método do diagrama de precedência / Precedence Diagramming Method (PDM)

MR Matriz de responsabilidades / Responsibility Assignment Matrix (RAM)

ONT Orçamento no término / Budget at Completion (BAC)

PFG Preço fixo garantido / Firm-Fixed-Price (FFP)

PFRI Preço fixo com remuneração de incentivo / Fixed-Price-Incentive-Fee (FPIF)

SDC Solicitação de cotação / Request for Quotation (RFQ)

SDP Solicitação de proposta / Request for Proposal (RFP)

SIGP Sistema de informações do gerenciamento de projetos / Project Management Information System (PMIS)

T&M Tempo e material / Time and Material

VA Valor agregado / Earned Value (EV)

VC Variação de custos / Cost Variance (CV)

VME Valor monetário esperado / Expected Monetary Value (EMV)

VPr Variação de prazos / Schedule Variance (SV)

VP Valor planejado / Planned Value (PV)

 

E é claro, você deve incluir todos os itens que você tenha dificuldade em lembrar durante os seus estudos e que você sente necessidade de colocar na sua folha. A lista pode ser um bom começo, mas você realmente precisa personalizá-la às suas necessidades.

 

 

Como faço para estudar um memory dump?

 

É um processo de memorização pura. Como parte de sua preparação para o exame, exercícios e estudos, vá em frente e pratique escrever o conteúdo do seu memory dump em uma folha de papel em branco com frequência, até que você esteja satisfeito com seu progresso.

 

Então, qual é o segredo de criar memory dump?

 

Criar e estudar o seu próprio é um meio para um fim em si mesmo. Tudo começa com a criação do conteúdo para ele, conhecendo seus pontos fracos e como se preparar para o exame. Então você memoriza, você despeja e você repete. Muito em breve o que parecia complexo demais para se lembrar está na bem fresco na sua memória.

 

Então o segredo é que você vai acelerar seus estudos simplesmente realizando os movimentos de criação, de estudo e de saber o que está em seu memory dump personalizado.

 

É uma grande ferramenta não só para ajudá-lo a trazer o seu material de referência para o exame, mas também proporcionar alívio do estresse sabendo que é lá que você encontrará as respostas. Você vai ajudar a si mesmo a aprender o material que você estudar para o exame PMP e te dar uma vantagem importante.

 

 

 

 

Facebook
Twitter
LinkedIn
Please reload

Posts Recentes
Please reload